Boa noite - domingo, 20 de abril de 2014 - horas: 18:24:11

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions

Banner
Bispos de SP pedem ampla divulgação de Apelo | Imprimir |
 
 "RECOMENDAM A AMPLA DIFUSÃO DO APELO A  TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS, ELABORADO PELA COMISSÃO EM DEFESA DA  VIDA DO REGIONAL SUL 1".   O APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS, originalmente elaborado durante o 2º Encontro das Comissões Diocesanas em Defesa da Vida  (CDDV's) do Regional no dia 3 de julho, denuncia O  ENVOLVIMENTO E O COMPROMISSO DO ATUAL  GOVERNO E DO PARTIDO DOS  TRABALHADORES, TANTO A NÍVEL NACIONAL  COMO INTERNACIONAL, COM A COMPLETA  LEGALIZAÇÃO DO ABORTO NO BRASIL.

 A nota recomendando a ampla difusão do documento é assinada pelos  bispos Dom Nelson estrupp, Dom Benedito Beni dos Santos e Dom  Airton José dos Santos, respectivamente residente,  vice-presidente e secretário do Regional Sul 1 da CNBB. A nota surgiu por casião de uma votação realizada durante a última  reunião ordinária do Regional, na qual tavam presentes diversos bispos de todos o Estado de São Paulo.
 
 A nota, juntamente com o texto do APELO A TODOS OS  BRASILEIROS E BRASILEIRAS, é apresentada em  destaque na página de abertura do site do Regional Sul 1 da CNBB  [http://www.cnbbsul1.org.br] e também no seguinte endereço:
 
 http://www.cnbbsul1.org.br/index.php?link=news/read.php&id=5742
 
 O texto assinado pelos bispos afirma que
 
 "A PRESIDÊNCIA E A COMISSÃO  REPRESENTATIVA DOS BISPOS DO REGIONAL  SUL 1 DA CNBB, EM SUA REUNIÃO  ORDINÁRIA, TENDO JÁ DADO ORIENTAÇÕES E  CRITÉRIOS CLAROS PARA “VOTAR BEM”, ACOLHEM E RECOMENDAM A AMPLA DIFUSÃO DO “APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS” ELABORADO PELA COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1".
 
 http://www.cnbbsul1.org.br/index.php?link=news/read.php&id=5742
 
 Junto com o documento, as Comissões em Defesa da Vida das Dioceses do Regional também oferecem um longo dossiê que faz o retrospecto sobre as estratégias utilizadas para implementar a cultura de morte no Brasil. O material chama-se "CONTEXTUALIZAÇÃO DA DEFESA DA VIDA NO BRASIL: COMO FOI PLANEJADA A INTRODUÇÃO DA CULTURA DA MORTE NO PAÍS".
 
 http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf
 
 O Apelo já havia sido divulgado na semana passada pelo site da Diocese de Assis, cujo bispo, Dom José Benedito Simão, é também presidente da Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, organismo que congrega todas as Comissões em Defesa da Vida das diversas dioceses paulistas.
 
 http://www.diocesedeassis.org/index.php?option=com_content&view=article&id=169:apelo-a-todos-os-brasileiros

 Desde a última segnda feira, dia 30 de agosto de 2010, o Apelo começou a ser divulgado também pela Rede Canção Nova de Televisão.
 
 http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=277603
 
 Para melhor impressão e ampla distribuição junto ao público, o APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS pode ser obtido na internet em arquivo PDF.
 
 http://www.pesquisasedocumentos.com.br/apeloregionalsul1.pdf
 
 O Apelo está sendo distruibuído, nas últimas semanas, nas ruas,  nos faróis, nas escolas, nas faculdades, nas portas dos órgãos de imprensa, onde e para onde quer que conduza a criatividade daqueles que lutam pela preservação da vida e pelos mais elementares princípios da verdadeira liberdade humana.
 
 SE VOCÊ ADMINISTRA UM SITE CATÓLICO OU EVANGÉLICO, COPIE E PUBLIQUE EM SEU SITE O APELO AOS BRASILEIROS E BRASILEIROS.
 
 SE VOCÊ É PASTOR DE ALGUMA IGREJA OU PARÓQUIA, IMPRIMA O DOCUMENTO E DISTRIBUA ENTRE OS SEUS FIÉIS.
 
 Para aqueles que ainda têm dúvidas sobre o envolvimento internacional  do atual governo com a completa legalização do aborto no Brasil, a  Comissão redatora do Apelo convida a que verifiquem as provas do que  está sendo exposto no texto do documento consultando o dossiê "A CONTEXTUALIZAÇÃO DA DEFESA DA VIDA NO BRASIL", disponível neste endereço:
 
 http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf
 
 PROMOVA A AMPLA DIFUSÃO DESTE DOCUMENTO. NO LUGAR ONDE VOCÊ ESTÁ, SOMENTE VOCÊ PODE CHEGAR.
 
 O ATUAL GOVERNO CONFIA NA CUMPLICIDADE  DOS QUE NÃO DIVULGAM A VERDADE, NÃO
 IMPORTA SE AMPLAMENTE DOCUMENTADA. A DIVULGAÇÃO DO CONHECIMENTO É NECESSÁRIA PARA A DEFESA DA VIDA.
 
 ===========================================
 
 NOTA DA COMISSÃO EPISCOPAL REPRESENTATIVA DO CONSELHO EPISCOPAL REGIONAL SUL 1 - CNBB
 
 ===========================================
 
 A Presidência e a Comissão Representativa dos Bispos do Regional  Sul 1 da CNBB, em sua reunião ordinária, tendo já dado  orientações e critérios claros para "VOTAR BEM", acolhem e  recomendam a ampla difusão do "APELO A TODOS OS  BRASILEIROS E BRASILEIRAS" elaborado pela  Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 que pode ser  encontrado no seguinte endereço eletrônico
 
 http://www.cnbbsul1.org.br/index.php?link=news/read.php&id=5742
 
 São Paulo, 26 de Agosto de 2010.
 
 Dom Nelson Westrupp, SCJ, Presidente do CONSER-SUL 1
 
 Dom Benedito Beni dos Santos, Vice-presidente do
 CONSER-SUL 1
 
 Dom Airton José dos Santos, Secretário Geral do CONSER
 SUL 1
 
 ===========================================
 
 APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS
 
 ===========================================
 
 http://www.cnbbsul1.org.br/index.php?link=news/read.php&id=5742.
 
NÓS, PARTICIPANTES DO 2º ENCONTRO DAS  COMISSÕES DIOCESANAS EM DEFESA DA VIDA (CDDVS), ORGANIZADO PELA COMISSÃO EM  DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB e realizado em S. André no dia 03 de julho de 2010,

- considerando que, em abril de 2005, no IIº Relatório do  Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) O ATUAL GOVERNO COMPROMETEU-SE A LEGALIZAR O ABORTO,

 - considerando que, em agosto de 2005, o atual governo entregou  ao Comitê da ONU para a Eliminação de todas as Formas de  Descriminalização contra a Mulher (CEDAW) documento no qual reconhece o aborto como DIREITO HUMANO DA MULHER, - considerando que, em setembro de 2005, através da Secretaria  Especial de Polítíca das Mulheres, o atual governo apresentou ao  Congresso um substitutivo do PL 1135/91, como resultado do  trabalho da Comissão Tripartite, no qual é proposta a  DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO ATÉ O NONO  MÊS DE GRAVIDEZ E POR QUALQUER MOTIVO,
 pois com a eliminação de todos os artigos do Código Penal, que o criminalizam, o aborto, em todos os casos, deixaria de ser crime,
 
 - considerando que, em setembro de 2006, no plano de governo do 2º mandato do atual Presidente, ele reafirma, embora com linguagem  velada, o compromisso de legalizar o aborto,
 
 - considerando que, em setembro de 2007, no seu IIIº CONGRESO, O PT ASSUMIU A  DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO E O ATENDIMENTO DE TODOS OS CASOS NO SERVIÇO PÚBLICO COMO PROGRAMA DE PARTIDO, sendo o primeiro partido no Brasil a assumir este programa,
 
 - considerando que, em setembro de 2009, o PT puniu os dois deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por serem contrários à legalização do aborto,
 
 - considerando como, com todas estas decisões a favor do aborto, o PT e o atual governo tornaram-se ativos colaboradores do IMPERIALISMO DEMOGRÁFICO que está sendo imposto em nível mundial por Fundações Internacionais, as quais, sob o falacioso pretexto da defesa dos direitos reprodutivos e sexuais da mulher, e usando o falso rótulo de "aborto - problema de saúde pública", estão implantando o controle demográfico mundial como MODERNA ESTRATÉGIA DO CAPITALISMO INTERNACIONAL,
 
 - considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº CONGRESSO NACIONAL DO PT MANIFESTOU APOIO INCONDICIONAL AO 3º PLANO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (PNDH3), decreto nª 7.037/09 de 21 de dezembro de 2009, assinado pelo atual Presidente e pela ministra da Casa Civil, no qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas consequências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, antisocial e contrária ao verdadeiro progresso do nosso País,
 
 - considerando que este mesmo Congresso aclamou a própria MINISTRA DA CASA CIVIL COMO CANDIDATA OFICIAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES PARA A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA,
 
 - considerando enfim que, em junho de 2010, para impedir a investigação das origens do financiamento por parte de organizações internacionais para a legalização e a promoção do aborto no Brasil, O PT E AS LIDERANÇAS PARTIDÁRIAS DA BASE ALIADA BOICOTARAM A CRIAÇÃO DA
 CPI DO ABORTO que investigaria o assunto,
 
 RECOMENDAMOS ENCARECIDAMENTE A TODOS OS CIDADÃOS E CIDADÃS BRASILEIROS E BRASILEIRAS, em consonância com o art. 5º da Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou religiosas, QUE, NAS PRÓXIMAs ELEIÇÕES, DEEM SEU VOTO SOMENTE A CANDIDATOS OU CANDIDATAS E PARTIDOS CONTRÁRIOS À DESCRIMINALIZACÃO DO ABORTO.
 
 Convidamos, outrossim, a todos para lerem o documento "VOTAR BEM" aprovado pela 73ª assembléia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, reunidos em Aparecida no dia 29 de junho de 2010 e verificarem as provas do que acima foi exposto no texto "A CONTEXTUALIZAÇÃO DA DEFESA DA VIDA NO BRASIL"

 [http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf],

 elaborado pelas Comissões em Defesa da Vida das Dioceses de Guarulhos e Taubaté, ligadas à Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, ambos disponíveis no site desse mesmo
 Regional.
 
 COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL
SUL 1 DA CNBB

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner